Página principal
01-01-2017

Pronunciamentos por Vereador

Marcelo Lanzarin (Podemos) – Presidente

  • lanzarin2016

    Histórico

    O vereador Marcelo Lanzarin é brasileiro, natural do Rio de Janeiro, formado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria-RS.
    Em Blumenau, atuou como médico na rede municipal de saúde, como coordenador das unidades de saúde, gerente de atenção básica e diretor de ações em saúde. Em 2009 assumiu o cargo de secretário de saúde e tornou pública a fila de espera de cirurgia de média complexidade.
    Hoje Blumenau é o único município do Brasil que permite ao usuário do SUS acompanhar pela internet sua posição na fila de cirurgia. Implantou também a gerência de planejamento e captação de recursos, que em quatro anos cadastrou mais de dez milhões de reais em projetos no Fundo Nacional de Saúde. Isso permitiu a aquisição de novos equipamentos, renovação da frota de veículos e reforma em implantação de novas unidades de saúde.
    Como vereador pretende ampliar o debate sobre as questões da saúde, tornar pública a fila de espera para exames de alta complexidade e consultas, além de continuar a discussão sobre o plano de carreira dos servidores da saúde, e ampliar o benefício do adicional de função para os demais membros da equipe de estratégia de saúde da família.

Pronunciamentos


29/11/2018

O vereador Marcelo Lanzarin (MDB) se dirigiu aos servidores que acompanhavam a sessão no plenário, lembrando que quando secretário de Saúde discutiu com os servidores um plano de carreira. Destacou que nem todos foram atendidos, mas que houve o diálogo com o servidor. Afirmou que é preciso garantir o diálogo, especialmente no Legislativo, pelo espaço de discussão que a Casa representa. Também a afirmou que como servidores, a categoria precisa defender que os cargos comissionados sejam ocupados por servidores de carreira. Destacou ainda a importância de debater de forma madura as condições do ISSBLU, sob pena de um grande prejuízo para todos os servidores. Falou ainda da sua preocupação em relação ao Pronto, o prontuário eletrônico que compartilha com todas as unidades médicas e hospitalares do município as informações sobre os usuários do sistema de saúde. Alertou que o Pronto é subfinanciado, sem disponibilidade de recursos e isso já representa falhas na execução do programa. Também disse estar muito preocupado com a demanda de fim de ano que se avoluma nos prontos-socorros dos hospitais Santo Antônio e Santa Isabel. Defendeu que os AGs da Velha e do Garcia sejam melhores estruturados para apoiar o atendimento e que o Hospital da Furb seja melhor utilizado como um espaço de pronto atendimento para atender a região norte.

Fonte: Assessoria de Imprensa CMB Foto: Rafael Carrasco CMB


Histórico de Pronunciamentos do vereador: