Página principal
01-01-2017

Pronunciamentos por Vereador

Marcelo Lanzarin (Podemos) – Presidente

  • lanzarin2016

    Histórico

    O vereador Marcelo Lanzarin é brasileiro, natural do Rio de Janeiro, formado em medicina pela Universidade Federal de Santa Maria-RS.
    Em Blumenau, atuou como médico na rede municipal de saúde, como coordenador das unidades de saúde, gerente de atenção básica e diretor de ações em saúde. Em 2009 assumiu o cargo de secretário de saúde e tornou pública a fila de espera de cirurgia de média complexidade.
    Hoje Blumenau é o único município do Brasil que permite ao usuário do SUS acompanhar pela internet sua posição na fila de cirurgia. Implantou também a gerência de planejamento e captação de recursos, que em quatro anos cadastrou mais de dez milhões de reais em projetos no Fundo Nacional de Saúde. Isso permitiu a aquisição de novos equipamentos, renovação da frota de veículos e reforma em implantação de novas unidades de saúde.
    Como vereador pretende ampliar o debate sobre as questões da saúde, tornar pública a fila de espera para exames de alta complexidade e consultas, além de continuar a discussão sobre o plano de carreira dos servidores da saúde, e ampliar o benefício do adicional de função para os demais membros da equipe de estratégia de saúde da família.

Pronunciamentos


18/04/2019

O presidente Marcelo Lanzarin (MDB) comentou sobre a insuficiência dos recursos que os governos federal e estadual repassam para área de saúde dos municípios. Destacou que o secretário municipal de Saúde, Winnetou Krambeck, esteve nesta quinta-feira (18) fazendo a prestação de contas do último quadrimestre de 2018 ao Legislativo, conforme estabelece o Ministério da Saúde para a continuidade dos repasses por parte da União e do Estado. Disse ainda que a insuficiência de repasses de ambas as esferas de governo fazem com que as prefeituras brasileiras sangrem nos seus orçamentos para a saúde e que em Blumenau não é diferente, sendo que o município investe na área mais de 30% de sua arrecadação, enquanto a legislação prevê 15%. Ressaltou a necessidade cada vez mais urgente de Blumenau contar com uma ferramenta entre o atendimento básico de saúde (as unidades ambulatoriais e ESF nos bairros) e o atendimento de urgência, os prontos-socorros nos hospitais. Enfatizou que é preciso que o município tenha uma unidade de pronto-atendimento, como uma UPA. Explicou que 70% das consultas nos prontos-socorros dos hospitais, como o Santo Antônio, poderiam ser atendidas em outros espaços, porque não representam risco de vida. Salientou que no pronto-socorro a missão é a de salvar vidas. Fonte: Assessoria de Imprensa CMB Foto: Lucas Prudêncio | Imprensa CMB


Histórico de Pronunciamentos do vereador: